83% dos brasileiros vão fazer compras digitais na Black Friday

Estudo da TracyLocke com a Behup aponta também que 59% das pessoas vão escolher entre a loja física ou online

Segundo estudo realizado pela agência TracyLocke Brasil, em parceria com a Behup, cerca de 83% dos brasileiros vão comprar em lojas online durante a Black Friday – caso os preços estejam bons; mas 59% admitem que escolherão entre a loja física ou online com base nas promoções e descontos que tiverem na época – um cenário bem diferente de semanas atrás.

“O isolamento social trouxe mudanças no comportamento dos shoppers em 2020, se antes deixar para a última hora era a tendência, hoje 43% dos entrevistados dizem estar programando suas compras de Black Friday desde o início do ano e, quando questionados sobre o décimo terceiro salário, muitos pretendem investir, poupar ou guardar para o futuro”, diz Catarina Moraes, head de empatia da TracyLocke Brasil.

A pesquisa foi realizada via mobile nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba; com foco nas classes A (28%) e B (72%). Tiveram maior peso as faixas etárias de 18 a 34 anos. Por gênero, a divisão foi de 62% mulheres e 38% homens.

Para o Natal, o levantamento aponta que o brasileiro também está otimista para celebrar a data. 87% vão comemorar este ano. Sobre as compras de Natal, alegam cautela. 72% irão iniciar os preparativos para a noite de Natal quando tiverem mais certeza sobre o futuro. Ainda assim, 12% já iniciaram os preparativos e disseram que pretendem fazer uma festa menor esse ano.

O drive-thru é a opção de compra para praticamente metade dos entrevistados. 41% gostariam que as lojas disponibilizassem a opção para buscar os presentes, mais relevante para os jovens entre 18 e 34 anos, na cidade de São Paulo e Curitiba.

Fonte: Propmark