Canaltech foi comprado pela Magazine Luiza

O Magazine Luiza anunciou nesta quinta-feira (6) a aquisição do Canaltech e da plataforma de mídia online desenvolvida pela startup Inloco, em um movimento para se tornar uma das empresas mais eficientes do mercado, unindo e-commerce, conteúdo e publicidade.

“A união de e-commerce, conteúdo e publicidade é um negócio em expansão em todo o mundo. Queremos fazer parte dele e, assim, oferecer novos serviços aos nossos sellers [vendedores]”, diz Frederico Trajano, CEO do Magalu.

O Canaltech tem uma audiência de 24 milhões de visitantes únicos em seu site, 2,5 milhões de inscritos no canal do YouTube, além de 792 mil seguidores em suas redes sociais. Juntos, os canais digitais de Magalu, Netshoes, Zattini, Estante Virtual, Época e, agora, Canaltech, somam 210 milhões de visitas mensais, segundo a ferramenta de medição Similarweb. No total, serão cerca de 80 milhões de visitantes únicos mensais.

“Estar junto de uma empresa que cresceu mais de 1.000% em 8 anos na Bolsa de Valores vai ajudar o Canaltech a expandir de forma ainda mais acelerada, trazendo mais conteúdo sobre tecnologia e auxiliando na digitalização do nosso país”, comentou Domingos Hypolito Neto, fundador e CMO do Canaltech.

Para Felipe Szatkowski, fundador e COO do Canaltech, o alinhamento cultural entre as empresas foi crucial para a decisão. “O Magalu também tem um time motivado em transformar o impossível em possível. A gestão humana da companhia, que traz as equipe como principal ativo, confirma o compromisso que sempre tivemos com o nosso time”, diz. “Nesses oito anos produzindo conteúdo sobre tecnologia, o Canaltech sempre prezou pela imparcialidade editorial e, uma vez confirmada a manutenção dessa premissa pelo Fred [Trajano], nos sentimos confiantes em manter a fórmula de sucesso do nosso trabalho, que tem a credibilidade como grande pilar”, finaliza.

Estratégia

Por meio do conteúdo de qualidade e ofertas do Canaltech, que estão diretamente ligadas aos interesses de audiências específicas, o Magalu poderá estrear uma estratégia batizada de e-commerce content – tendência fora do Brasil.

Sendo assim, a partir de agora, por meio do Magalu Ads, os parceiros do Magalu poderão expor seus produtos nos sites do próprio Magazine Luiza, da Netshoes, da Zattini e do Canaltech por meio de e-commerce content e de publicidade nativa.

Já com a solução de localização da Inloco, os vendedores poderão oferecer seus produtos para clientes que estejam próximos de sua região, reduzindo custos de frete e prazos de entrega. Para lojistas incluídos no Parceiro Magalu, pequenas empresas, ainda essencialmente digitais, a plataforma de geolocalização promove a captação de clientes para as lojas físicas.

A aquisição do Canaltech e da plataforma de mídia da InLoco, ainda reforça o pilar estratégico batizado de Magalu ao Seu Serviço, um conjunto de soluções colocadas à disposição dos parceiros e que é fundamental para o propósito da companhia: a digitalização do varejo brasileiro. Vale lembrar que, no final de julho, o Magalu anunciou a compra da Hubsales, startup que conecta fabricantes a consumidores finais.

A novidade também fortalece a estratégia de superapp da empresa. Segundo a consultoria americana eMarketer, em 2020, dois terços de todo o investimento mundial em publicidade programática serão destinados a anúncios para celular. Outro estudo da agência americana de publicidade Adyoulike, revela que o mercado global de publicidade nativa deve crescer 372%, entre 2020 e 2025, passando dos atuais US$ 85,8 bilhões para US$ 402 bilhões

Fonte: Canaltech